sábado, 21 de junho de 2008

A Taste of Things To Come

Cá vai o primeiro post em solo britânico!


Após um atraso recorrente nos voos da TAP, em que todos os passageiros secaram cerca de 40 minutos dentro do avião à espera da descolagem, cheguei finalmente a Heathrow cerca das 18h locais (mesma hora que em Portugal Continental e Funchal). A aterragem foi ligeiramente aos solavancos mas nada de mais.

Pela janela já se podia espreitar o tradicional tempo londrino, ou seja, extremamente nublado!

Depois de passar no controlo de passageiros e seguir para a recolha da bagagem, começo a me aperceber do real melting pot de culturas que é Londres, desde muçulmanos aos asiáticos passando também pelos africanos, vê-se de tudo.

As primeiras coisas que saltam ao ouvido são as mensagens que passam no Terminal do aeroporto, duas delas ficaram-me especialmente. “For safety reasons the baggage left unattended will be removed and destroyed” e “please remove your coats before the x-ray machines” o que espelha bem o medo da ameaça terrorista! Ah, e esqueçam os perdidos e achados…uma vez perdido é detonado!

Tive o privilégio de me virem buscar ao aeroporto, um amigo meu do irmão que já cá está à sensivelmente um ano. Depois de por as malas no porta-bagagem já queria ir pró lugar do condutor! Não seria de esperar outra coisa, é instintivo. E que confusão fez ir no assento esquerdo sem um volante à frente e conduzir em contra-mão, salvo seja, para o que estamos habituados em Portugal e na maior parte do mundo! Este é o clássico choque para um europeu não britânico.

De momento estou a ficar em casa dele que fica em Surbiton, perto de Wimbledon, a 20 minutos de comboio da Waterloo Train Station. É uma zona pacata.

No dia seguinte, em que já vi a luz do sol e teve algum calor, fui visitar o meu local de trabalho e conhecer o meu Boss. Estreie-me no Tube (Metro), que não tem nada que saber para quem tem o mínimo de experiência a andar em Lisboa, se bem que o número de linhas é incomparavelmente maior! Quando mudei para a Picadilly Line encontrei um sobejamente conhecido madeirense o Sr. António Trindade empresário do ramo Hoteleiro, é um daqueles momentos em que pensamos…“realmente o mundo não é assim tão grande”.

Saí então na estação de Knightsbridge e mal cheguei à rua notei muito que era uma zona jet muito trendy e também posh. Só para dar uma ideia, é lá que se situa o conhecido Harrods e lojas como a da Louis Vuitton entre outras. Continuando a caminhar até chegar a Belgrave Square mais sinais de riqueza eram apercebidos, logo pelo parque automóvel que era composto por Ferraris, Maseratis, Aston Martins, Rolls Royces, Bentleys, Porsches, os topos de gama da Mercedes e BMW enfim! Nunca vi tamanha quantidade e qualidade por m2, um regalo para quem gosta deste tipo de máquinas como eu.







Eis que finalmente alcanço Belgrave Square e avisto de pronto o meu local de trabalho, que se situa no prédio da Embaixada de Portugal. É lá que se concentram grande parte das embaixadas de diversos países, desde o Bahrain até a Argentina. Após uma reunião com o meu Boss, se é que se pode chamar assim pois foi mais uma troca de impressões e de conhecimento mútuo, segui de imediato até casa para ver o jogo dos quartos-de-final de Portugal no Euro…mas sobre isso prefiro não falar!

Ontem iniciei a procura por um sítio definitivo para ficar em Londres, não é fácil encontrar algo bom a um preço razoável mas isso já era expectável! Fui ver um studio em Hammersmith que parece ser uma zona agradável e apesar do quarto ser pequeno as condições eram excelentes, é uma forte hipótese se ainda for a tempo de fechar o contrato visto que o mercado imobiliário em Londres é fortemente dinâmico. Contudo, ainda quero ver se visito outros studios em zonas também comportáveis do ponto de vista orçamental.

À noite depois de regressar a Surbiton, saí mais o meu amigo a sua namorada, que está cá de férias, e um casal polaco no qual um elemento masculino é colega de trabalho do meu amigo. Ironia das ironias, esse colega de trabalho dele levou-nos para jantar num restaurante português na zona de Vauxhall, foi com espanto quando lá chegámos que vimos o nome do restaurante “Porto da Cruz” (para quem é da Madeira este nome é familiar). O português com sotaque madeirense no interior do restaurante não dava para enganar e a refeição que comemos também é um típico prato regional, o “picadinho”, tendo o amigo polaco já lá comido em outra altura a tradicional “espetada” madeirense que tinha adorado, ficou a adorar também este novo prato.

De barriguinha cheia, fomos para Brixton ver um concerto de hip-hop polaco num lugar muito improvável…uma igreja! É isso mesmo, não estou a brincar. Uma igreja que foi abandonada, pois segundo consta houve uma altura em que cá se construíram igrejas por tudo e por nada e havendo em excesso algumas foram mais tarde abandonas, há quem inclusive more nalgumas dessas igrejas abandonadas, neste caso esta foi reconvertida para uma discoteca com espaços variados desde pistas de dança até um espaço para pequenos concertos. O seu nome é sugestivo, Mass Club. (http://www.mass-club.com/whatsonmass.html)


Claro que não percebíamos nada e em algumas circunstâncias foi secante no warm up, mas depois entrou finalmente em palco a estrela do hip-hop polaco de nome O.S.T.R. e apesar de não perceber a língua deu para ver que dominava e era muito bom no freestyle. Pouco tempo depois do final regressámos a Surbiton.


E assim foram os primeiros dias cá!

Kisses & Hugs ;-)

P.S.: Desculpem lá a extensão do post.

5 comentários:

Artigos & Urtigas disse...

Finalmente temos notícias tuas!!! :)
Mto bom post!

Duas observações:
- Não haviam Audis?! ;P
- Acabaste de chegar e já estás a jantar comida madeirense?! hehe ;P Deixa isso para quando tiveres saudades!

Espero que corra tudo bem e que consigas arranjar um bom sítio para morar! Hey! Tem de ser grandinho! ;P

Não te esqueças de ir postando para pudermos acompanhar os teus passos!

Boa sorte!

Grande abraço! :)

Tiago Mouta disse...

oi meu puto :) tou a ver que tas a gostar de Londres e a ficar impressionado com algumas das mesmas coisas que me impressionaram a mim ( parque automóvel entre outras ). É a minha humilde opinião que vais adorar Londres :) aproveita ao máximo e ja sabes que se puder dou ai um salto.

Aquele Abraço

Primas disse...

Com tanto para contar, é sinal que a experiência está a correr bem!
Faço votos para que tudo corra pelo melhor! E já sabes, quando quiseres dá um salto a Madrid!!

Besos,
Rute

Fallen Angel disse...

Já começas a dominar em solo britânico...
Espero q corra td bem e q tenhas muito sucesso!
Qualquer dia voo até aí para t fazer uma visita:)

Boa sorte!

Abraço celestial

Luís em Bucaresti disse...

Tás lá ;)

grande abraço