sexta-feira, 25 de julho de 2008

Last Weekend




Desculpem a preguiça, mas só agora vou relatar um pouco do meu último fim-de-semana quando já se espreita o próximo!



A última sexta (18), foi um muito bom dia. Um amigo meu conseguiu arranjar bilhetes para ir vermos o concerto da Duffy em Somerset House e foi dinheiro muito bem gasto! (
http://www.somersethouse.org.uk/music/682.asp)

É claro que como em qualquer outro concerto só vale a pena se realmente gostarmos do artista em palco, de qualquer forma acho que mesmo não sendo apreciadora qualquer pessoa ficaria impressionada com o talento da Galesa, é que ela consegue cantar melhor ao vivo que no álbum Rockferry (e não, não estou a exagerar), tem uma excelente presença em palco e interage bastante com o público o que é sempre de louvar porque há outros músicos que estão “completamente nas tintas” para o público só querem dar o concerto e receber o seu! O sitio onde se realizou o concerto, Somerset House, foi no pátio já no interior do edifício que apesar de ser grande não dá para muitos espectadores portanto não estou a mentir se disser que no máximo estiveram mil pessoas se tantas e os bilhetes já estavam esgotados há algum tempo o que faz com os concertos que se realizam lá tenham um cariz mais selectivo, ou seja, o objectivo não é encher aquilo até o pessoal só conseguir abanar a cabeça e falar porque não se consegue mexer para qualquer um dos lados. E acabámos por ficar bem perto do palco. (
http://www.thelineofbestfit.com/2008/07/21/duffy-duke-special-somerset-house-london-180708/)












Depois do concerto, fui ter com a malta do Contacto e os mais veteranos (alguns C8 e C11) que nos levaram até Mornington Crescent, que já não é uma zona propriamente central visto que fica na parte Noroeste de Londres mas não deixa de ser de fácil acesso pois a rede de transportes aqui é muito boa. O propósito de irmos até lá foi o de irmos ao Koko Club uma discoteca muito original, não fosse ela também um verdadeiro teatro mas em que junto ao palco não existem cadeiras tendo ainda mais dois pisos! Resumindo, um espaço muito bem conseguido. Entrámos por volta das 23:30, mais cedo que o habitual em Portugal, e cerca de uma hora depois começava no palco um concerto de uma banda de Indie Rock (uma daquelas bandas desconhecidas mas que pode vir a ser conhecida no futuro) que tinha alguma qualidade. De resto, o som que normalmente é posto pelos DJ’s lá é sempre do mesmo género musical. A discoteca fecha às 4:00. (http://www.koko.uk.com/index.php)



Para finalizar, deixo-vos com a música com que a Duffy encerrou o concerto chama-se “Distant Dreamer” e é a minha preferida do álbum, pois para mim a letra da música tem um significado especial porque tem tudo a haver com a incerteza que se ligava ao facto de eu ficar ou não no INOV Contacto e mesmo depois de saber que ficava faltava ainda saber para onde iria fazer o estágio, por sinal para Londres para ver a Duffy e não só.







Kisses & Hugs ;-)

4 comentários:

Gonçalo disse...

Que sorte pah!!
Duffy RULA!!

O Album dela é fantástico e é dificil imagina-la a cantar melhor que no album!!

jealousy...
é o que sinto agora...

Tiago Mouta disse...

muito bom deve ter sido mesmo lindo o concerto. Sortudo do caraças pah!!! :D

aqui ouço os pombos a cantar em cima do meu AC e ja é concerto pa muito tempo :S

eheh

gand abraço

Primas disse...

Só festas! Não percebo... não se trabalha?? EHehhe

Have fun!

il _messaggero disse...

delegado, então nunca mais postaste?

Como vai a vida em "the old smoke"?

espero que bem!

abraço
Aires ;)